sábado, 20 de novembro de 2010

A gravidez!

Sempre sonhei com a maternidade, mas não achava que aconteceria assim, de repente...Achava que iria planejar tudo, até o dia do nascimento...rss...doce engano, meu Levi chegou sem pedir licença, veio e encheu nossas vidas com muito amor, foi ele quem nos escolheu...
Como já falei tive uma gravidez super tranquila, quando comecei a trabalhar na UNB já estava com 3 meses de gestação, trabalhei só 1 mês e a UNB entrou de greve e assim ficou por 6 meses!!Rss...passei minha gravidez inteira sem fazer nada...só curtindo meu bebê crescer, mexer e se remexer na minha barriga.Na 9º semana levei um susto, tive um pequeno sangramento e fiquei desesperada, chorava sem parar, na mesma hora fiz o Cristiano ligar para o meu obstetra, que na época era o Doutor Ubatan, depois falo sobre a mudança de obstetra, Cristiano conversou com ele e ele disse que era normal, me pediu repouso, mas eu não conseguia nem dormir com medo de acontecer alguma coisa com meu bebê, aí resolvemos ir na emergência do Hospital Bsb, chegando lá o médico fez uma ecografia e pude ouvir o coração do meu bebê...Ufa!Que alívio saber que estava tudo bem com meu grãozinho de ouro.Ele me pediu um exame de sangue porque desconfiou que eu estava com o nível de progesterona baixo, quando saiu o resultado eu realmente estava com o nível um pouco abaixo do normal, tive que tomar Ultragestan até a 13º semana, mas foi tranquilo, foi apenas um pequeno susto, depois pesquisando na internet (claro!!) vi que isso é bem comum, aí fiquei mais tranquila!!
No começo enjooei de tudo que eu gostava, não conseguia nem ver leite com Toddy(meu vício!hehe) e nem comia chocolate(só estando grávida mesmo pra deixar de comer chocolate...) só tinha vontade de comer frutas(comia quase um abacaxi inteiro sozinha e adorava chupar limão...rss), salada,  beber suco e chupar picóle de limão(fiquei viciada!).Li em algum lugar que quando enjoamos de alguma coisa é o corpo nos protegendo de possíveis complicações, não sei se é verdade, mas no começo só sentia vontade de comer coisas saudáveis...só no começo....rsss...Nos primeiros meses não ganhei o peso adequado e tive que ir em uma nutricionista para pode ganhar peso...rs...depois meu médico brigava comigo porque já estava engordando demais.E como eu fiquei sensível quando estava grávida, chorava por nada!!Quando digo por nada é por nada mesmo, de repente me dava uma vontade de chorar , aí eu choravaaaaaaaaaaa e depois tava tudo bem...aiai viu, mulher é bicho estranho, grávida então....Estar grávida é bom demais, ainda mais quando começamos a sentir o bebê mexer na barriga, me lembro da primeira vez que senti o Levi mexendo, adivinhem o que eu fiz??Choreiiiiii!!Rsss!!Quando ele começava a mexer na minha barriga cantava aquela musiquinha do filme Madagascar:"Eu me remexo muito, eu me remexo muito..." Rss!!(Mãe surtada essa minha, devia pensar o Levi).
As primeiras consultas foram com o Doutor Ubatan, ele atende no Centro Clínico Sul, foi uma decepção, sempre quis parto normal, cheguei lá falando isso e ele me jogou um balde de água fria, com aquele papo de médico cesarista:Pela sua estatura você provavelmente não terá passagem e etc...Só que eu já tinha lido muita coisa e tentado me informar e nada falava que estatura impedia alguém de ter parto normal...Então fui atrás de outro médico, fui pesquisar na internet (é claro!!) e achei algumas pessoas falando sobre um tal de Doutor Petrus, que ele era defensor do parto normal, peguei o telefone e liguei para marcar uma consulta(melhor coisa que fiz por mim e pelo meu bebê...).Estávamos em dezembro de 2009, ele só tinha vaga para março de 2010, mesmo assim deixei a consulta agendada.

No dia da consulta fiquei surpresa ele era um médico bem novo, super calmo, nos deixou bem a vontade.Na época ele atendia em uma clínica lá no Guará perto de onde morávamos e atendia a noite o que era ótimo porque assim o Cristiano pode me acompanhar em todas as consultas sem problema.Ele me apoio na minha decisão de tentar parto normal(Obaaaaaaa!!!), fiquei apaixonada por esse médico(no bom sentido, é claro!hehehe) e feliz por ter mudado de obstetra e ter achado alguém que realmente me entendesse, ouvisse as minhas dúvidas com a maior naturalidade e me deixasse sempre confiante de que tudo daria certo!!

Sempre rola uma certa polêmica entre parto normal x cesária, eu particularmente só faria cesária em último caso, se não tivesse jeito mesmo, morro de medo de cirurgia, anestesia, essas coisas todas, mas não sou contra quem faz, acho que cada um sabe de si, e não fico tentando fazer com que as pessoas mudem de opinião, ainda mais uma mulher grávida, é uma decisão muito pessoal.Só que é um saco ficar ouvindo comentários de pessoas sem noção:Você é doida?Parto normal??Hoje em dia ninguém que ter mais filho de parto normal, com tanto avanço você ainda que sentir dor para ter seu filho, isso é loucura. Detestava ouvir essas coisas e pensava: Loucura pra mim é ter minha barriga cortada e meu útero também, ficar anestesiada e não participar do parto do meu filho, não poder sentir meu filho junto de mim assim que ele nascesse, morre de dor por vários dias...Enfim, sou supeeeeeeeer a favor do parto normal, mas não crio encrenca com quem pensa o contrário!
E assim segui minha gravidez tranquilamente, sem grandes problemas, com um médico que super me apoiava e feliz da vida de barrigão!(O que é uma coisa maravilhosa, amei minha barrigona e sinto saudades quando vejo as fotos da gravidez)
                                                            1 mês, sem barriga ainda...
                                                             Olha a cara de enjoada...
                                                                   De barrigão!
                                                             Grávidos!
                                         Sete meses!Casamento da minha irmã.

Resolvi fazer hidroginástica e( que era delicioso, pois o Levi mexia muito quando estávamos “pulando” na água) quando estava bem disposta dava umas caminhadas pelo Guará, em algumas delas acompanhada pelo meu maridão que adorava conversar com nosso filhote na barriga!E essa sintonia entre nos três era simplesmente maravilhosa!
E tudo muito tranqüilo até a chegada do dia 21 de agosto de 2010!Que é assunto para o próximo post!!

Nenhum comentário: