quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Salto!

Já tinha ouvido falar em salto de desenvolvimento, mas nunca tinha me aprofundado muito no assunto, só que nesse últimos dias meu Levi anda muito enjoadinho, só que ficar no colo, demora para dormir, tá todo manhoso, aí comecei a pensar se não era o tal do salto, fui pesquisar e achei esse artigo bem legal no blog Terra Estrangeira:

Saltos De Desenvolvimento

São 7 os saltos de desenvolvimento. Nos dias que precedem cada salto o bebê passa por uma crise, em que fica mais manhoso do que o costume.
1 salto – 5 semanas
Por volta de 5 semanas de idade, o bebê passa por uma série de mudancas, que influenciam tanto os sentidos, como o metabolismo e os orgaos internos.
Como recém nascidos os bebês só conseguem se concentrar e enxergar coisas dentro do limite de 25 centímetros de distância e em tons de cinza. Agora esse limite se expandiu para 30cm e em cores. O bebê passa a se interessar mais pelo ambiente que o rodeia e passa a ficar acordado por mais tempo. Seus sentidos ficam mais sensíveis. Essas mudancas são confusas para o bebê. De repente eles requerem mais atenção e carinho. É também nessa época que os pais reparam que o bebê começa a chorar com lágrimas.
Depois desse primeiro salto o bebê vai poder olhar para as coisas por mais tempo, sorrir pela primeira vez ou com mais frequência do que antes, e ficar mais tempo acordado.
Os pais podem ajudar o bebê dando mais atenção e carinho, cantando e dando tapinhas no bumbum.
Salto 2 – 8 semanas
Com oito semanas de idade o bebê repara na repetição de formas e estruturas no seu mundo. Ele começa a perceber diferenças nos sons, cheiros e sabores. Ele percebe que as mãos e os pés pertencem ao corpo e começa a tentar controlar estes membros. O bebê começa também a experimentar com sua voz. Mas todos essas novas experiências fazem com que o bebê fique mais dengoso/manhoso. O bebê provavelmente passa a procurar mais o peito, sem no entanto querer mamar o tempo todo. Isso pode deixar a mãe preocupada em ter leite suficiente. Mamar é simplesmente a única maneira que o bebê conhece de ser confortado. É também nessa fase que o bebê começa a mostrar um pouco de sua personalidade, já que é agora que os pais começam a reparar quais coisas, cores e sons que o bebê gosta mais.
Depois desse salto o bebê vai poder virar a cabeça na direção de algo interessante, emitir sons conscientemente, descobrir as mãos.
Os pais podem ajudar nessa fase estimulando o bebê nas suas descobertas com brinquedos coloridos e fofinhos que ele possa treinar em segurar. Nessa idade o bebê já pode brincar cerca de 15 minutos sozinho.
Salto 3 – 12 semanas
O bebê descobre mais nuances. Nessa idade o bebê já pode enxergar todo um cômodo da casa. Os pais são o ponto seguro do mundo do bebê e ele se apoia nisso. O bebê pode começar a reagir de maneira diferente fora de casa ou no colo de estranho. Ao mesmo tempo que o bebê tem uma grande curiosidade em reparar o mundo que o rodeia, ele é também muito sensível às novidades e por isso se sente mais confortável e seguro nos bracos dos pais.
Depois do salto o bebê praticamente não vai mais precisar de apoio para manter a cabeça erguida; vai observar e mexer no rosto e cabelo dos pais; vai perceber que pode gritar.
Dicas do que os pais podem fazer nessa fase para ajudar no desenvolvimento:
* Quando o bebê “falar”, imitar o som que ele emite para encorajá-lo a se comunicar.
* Deixar que o bebê sinta diferentes coisas com as mãos, para que ele perceba que as coisas podem ser fofas, duras, quentes, frias, molhadas, etc.
* Mostrar coisas que o interessam para encorajá-lo a tentar alcancá-las com as mãos.
* Erguer o bebê no alto e brincar de aviao.
* Sentar-se inclinado e deixar o bebê “escalar” o seu corpo.
* Sentar o bebê no seus joelhos de frente para você e balançá-lo de um lado para o outro.
Salto 4 – 19 semanas
O bebê começa a entender que ele pode alcancar coisas, sacudí-las e colocá-las na boca. Os sons que o bebê emite se tornam mais nítidos e complexos. Tudo cheira, soa e tem gosto diferente agora. O bebê vai ficar manhoso e precisar de seu porto seguro: os pais.
Depois desse salto o bebê vai poder, quando deitado de barriga pra baixo, virar e e ficar deitade de costas; se arrastar pra frente ou pra trás; passar uma coisa de uma mão para outra; olhar atentamente para imagens num livro; reagir ao ver seu reflexo no espelho; empurrar a mamadeira ou o peito quando estiver satisfeito.
Brinquedos e brincadeiras interessantes para essa fase:
* brinquedos de borracha na banheira;
* rasgar/amassar papel que faz barulho;
* sacudir potes com algo dentro;
* olhar fotos de outros bebês;
* cantar.
Salto 5 – 26 semanas
O bebê já consegue coordenar os movimentos dos braços e pernas com o resto do corpo. Ele entende agora a distância entre as coisas. Ele passa a entender que quando a mamãe anda, ela vai pra longe e isso o assusta. Ele fica dengoso. Nessa idade ele começa a entender que as coisas podem ficar dentro, fora, em cima, embaixo, atrás, na frente, etc. e usam isso em suas brincadeiras.
Depois desse salto o bebê vai ficar interessado em, por exemplo, etiquetas na roupa, levantar tapetes para olhar o que tem embaixo, esvaziar armários e estantes, reclamar quando a mãe sai de perto, se apoiar pra ficar de pé.
Brinquedos interessantes para essa fase:
* Blocos de montar;
* Bolas leves;
* Livro de figuras;
* Carrinhos com portas que abrem;
* Brinquedos que fazem barulho.


Salto 6 – 37 semanas
O bebê agora começa a explorar as coisas de uma forma mais metódica. O bebê passa a entender que as coisas pertencem a grupos como, por exemplo, banana e arroz sao comida, e que um cavalo é um cavalo, mesmo que seja ao vivo ou em um livro.
Brincadeiras interessantes para essa fase:
* Portas, gavetas;
* Panelas com tampas;
* Almofadas e cobertas para engatinhar por cima e por baixo;
* Bolas de vários tamanhos;
* Balanco.
Salto 7 – 46 semanas
O bebê, no lugar de separar as coisas, passa agora a juntar as coisas. Percebe que existe ordem nas coisas e atitudes. Que por exemplo, a meia se coloco no pé e os brinquedos nas caixas, etc. Com isso o bebê fica mais consciente sobre suas próprias atitudes.
Depois desse salto o bebê vai poder apontar para algo ou pessoa a pedido seu; querer falar no telefone e enfiar chaves nos buracos de chave; procurar algo que você escondeu; tentar tirar a própria roupa.
Brinquedos e brincadeiras interessantes para essa fase:
* Trenzinho;
* Boneca com mamadeira;
* Tambores, panelas ou algo pra bater;
* Carrinhos, em que o bebê pode sentar em cima e empurrar com as pernas;
* Blocos de montar;
* Imagens de pessoas ou animais.
fonte: Vores Børn e Babyklar.dk. Traduzido por Cátia Maturana Larsen.
E depois de lê descobrir que meu Levi está no Salto 4, ele está com exatamente 4 meses e meio.Fui muito bom saber  disso e entender porque meu Levizinho está tão manhoso, isso me ajuda a ter mais paciência com o meu filhote e a ficar feliz por ele está se desenvolvendo!Agora é só esperar meu "saltidador" voltar a sua normal calminha e ficar atenta ao próximo salto!!

Um comentário:

sofia-educarcomcarinho disse...

Vim conhecer o seu cantinho a agradecer a visita lá no meu :)

O desconforto dos nossos pequenos tem sempre uma razão de ser, tadinhos têm tanta mudança a enfrentar... Muito carinho e atenção vai de certo ajudar o teu bebé a ultrapassar este salto...

Beijinho