sábado, 23 de abril de 2011

8 meses de Levi na minha vida!

Quinta-feira o Levi completou mais um mês de vida, mas um mês de muito amor, aprendizado, cansaço, paciência, descobertas, felicidade, cumplicidade, entrega...Obrigada Deus pela vida do meu Levi!!
Obrigada filho pelo sorriso gratuito todo manhã, mesmo quando acordo 05:00 da manhã morrendo de vontade de dormir mais um pouco fico agradecida a Deus por ir até o berço e encontrar um pedaço de gente se derretendo de amor por mim!!
Esse mês o Levi se desenvolveu muito!Até deu 1 passinho sozinho ontem, quase não acreditei!Estávamos sentados no tapete com ele e ele brincando de repente ele ficou em pé e deu um passinho.Rss!!
Adora cantar, não pode ouvir uma música que começa as palminhas,se estamos no carro e colocamos música ele começa a cantar e bater palminhas, coisa mais linda, ainda consigo filmar essa cena!
Anda a casa inteira apoiado na caixinha de brinquedos, nem precisamos comprar andador, ele improvisou um!Rss!!
Ama brincar com carrinhos!
Continua simpático, risonho e vai no colo de todo mundo!
Aprendeu a fazer careta e chamar, quando quer uma coisa levanta o bracinho e abre e fecha mãozinha chamando!
Está impossível comer perto dele, tudo que comemos ele quer, não rejeita nada que oferecemos!
A única coisa que não anda bem são as noite de sono...Acorda várias vezes durante a noite e isso me deixa acabada!Fazer o que né, as dores e delícias da maternidade sempre estarão presentes paradoxalmente...
E váriaaaaas outras descobertas que se for escrever fico aqui o dia todo!!
Só me alegro por mais um mês de maternidade feliz!Te amamos filho!!

Fica em pé em qualquer coisa que esteja por perto!

Brincando de carrinho!
Jogando xadrez!Hehe!
Aprendendo a compartilhar!
Batendo palma!

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Pessach

Está chegando uma das épocas do ano que eu mais gosto:a páscoa!!
Não só pelo chocolates,que amoooooooooo de paixão, mas também pelo significado dessa época tão especial.Sou católica e desde pequena aprendi que páscoa é um momento de comemorar a vitória da vida sobre a morte, época de renascimento, de lembrar que tenho um Deus que enviou seu filho para morrer por mim e depois ressuscitar!!Momento de reflexão, independente de religião, acho que temos que passar para os nossos filhos o que a páscoa realmente significa.Mesmo que você não acredite que Jesus morreu e ressuscitou pelo menos explique para o seu filho o que é comemorado, até pelo contexto histórico e se você não sabe o porque da páscoa aí vai uma explicaçãozinha:

Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu, até sua ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. É o dia santo mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimônias religiosas.
Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se dos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica. É uma das mais importantes festas do calendário judaico, que é celebrada por 8 dias e comemora o êxodo dos israelitas do Egito durante o reinado do faraó Ramsés II, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a "passagem" de Cristo, da morte para a vida.
No português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa origina-se do hebraico Pessach. Os espanhóis chamam a festa de Pascua, os italianos de Pasqua e os franceses de Pâques.A festa tradicional associa a imagem do coelho, um símbolo de fertilidade, e ovos pintados com cores brilhantes, representando a luz solar, dados como presentes. A origem do símbolo do coelho vem do fato de que os coelhos são notáveis por sua capacidade de reprodução. Como a Páscoa é ressurreição, é renascimento, nada melhor do que coelhos, para simbolizar a fertilidade!
                                                  Feliz Páscoa em diversos idiomas!!


terça-feira, 19 de abril de 2011

Festa de 1 aninho!!

É isso mesmo...Já estou planejando ansiosa a festa de 1 aninho do Levi!!Eu fiquei pensando durante um tempo se faria festa para muita gente ou só um bolinho para a família, ouvi vários palpites tipo:"Você vai gastar uma grana e ele nem vai aproveitar!","Festa de 1 é só para os pais mesmo porque  a criança mesmo nem aproveita" e do tipo:"Ah não, tem que fazer festão mesmo, 1 ano do bebê é muito especial" e "Meu filho aproveitou muito a festa de 1 aninho dele", então decide fazer festa grande mesmo, até porque quando você vai fazer uma coisa em casa você, a dona da festa, acaba se estressando, cansando e nem aproveita direito, e como quero aproveitar bastante resolvemos fechar uma casa de festas com tudo incluso, a única coisa que não fechei lá foi a decoração, porque queria uma decoração diferente!
Na verdade estou vendo as coisas desde quando ele tinha 3 meses!!Rss!!!Fechei a casa de festas quando ele tinha 4 meses!!Rss!Foi até engraçado, a dona da casa de festas me olhou, olhou para o Levi e perguntou se a festa era para ele..Rss!E eu:"É sim!", ela começou a rir e disse que eu era uma pessoa bem prevenida...Ansiedade de mãe!!
Bem a primeira coisa que decidi foi o tema:Safari!Sempre achei bonitinho coisas de bichinhos, não é á toa que toda decoração do quarto do Levi é de bichinhos!Adoro comprar roupa de bichinhos pra ele, amo aqueles macacões da Cartes com pezinhos de bichinhos, ele tem vários, sapinho, girafa, macaquinho, cachorro...Hehe!!Então para comemorar o primeiro ano do meu filhote nada melhor do que o tema Safari!
Daí fui pensar na decoração, queria uma decoração diferente, uma coisa mais clean e me deparei com a decoração, foi amor à primeira vista, vai ser mais ou menos assim:
Foto da Unique Atelier e Decoração

Eu ameiiii essa mesa gente!!É tudo personalizado!Não vou colocar mais fotos porque algumas pessoas que acessam o blog estarão na festa, então tem que ter surpresa!Hehe!!
Eu só estou em dúvida em relação a lembracinha das crianças, não queria dar um saquinho com doces porque as crianças já comem tantooo doce na festa e ainda levar um monte pra casa acho exagero, estou em dúvida entre um squeeze, uma ecobag super fofa personalizada, um livrinho de pintar com giz de cera...enfim, estou super indecisa com os detalhes.Vocês, mães, que já fizeram festinhas de 1 aninho poderiam me dar algumas dicas né?!O que vocês fizeram que não valeu a pena??E o que fariam se pudessem voltar atrás???

                                                       Meu sapinho lindo!!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Viajar sem o filhote...

Pois é...Estamos querendo passar um final de semana em Caldas Novas, o último do mês de abril, e resolvemos não levar o Levi...Caldas Novas fica perto de Brasília, no Goiás, não é nada tão distante assim, vamos na sexta e voltamos no domingo a tarde...Confesso que estou ansiosa, por um lado quero ir e por outro lado sei que vou morrer de saudade do meu pequeno, mas também confesso que preciso descansar e dormir um pouco!Rss!!Além de tudo vou poder curtir um pouquinho mais o maridão.Quando falei para minha irmã que ia para Caldas e iria deixar o Levi ela quase me bateu, disse que eu era insensível, que tinha que levar ele, como eu teria coragem de deixar meu bebê de 7 meses em casa?
Simples, sei que ele vai ficar muito bem com a minha mãe e com a babá dele, e sei que também preciso de alguns momentos só para mim e para o meu marido e de alguma forma cuidando de mim e do meu casamento sei que estou fazendo bem para o Levi também!!Sei que algumas pessoas concordam comigo e outras discordam, sei que nem todas as mães conseguem deixar um bebê pequeno em casa e ir curtir um final de semana com o maridão em outra cidade, mas fazer o que, eu consigo!!Rss!!E não me sinto mal por isso, nem menos mãe!!
Falando em viagem, vamos fazer uma viagem para o litoral em julho, dessa vez levaremos o Levi, rss, só ainda não decidimos para onde, eu estava querendo ir para Natal, mas ainda não decidimos.Alguém tem uma dica de cidade litorânea boa para ir com um bebê de 11 meses??





quinta-feira, 14 de abril de 2011

Susto e mais susto...

Depois de vários sustos estou de volta, confesso que esses dias estava tão cansada e preocupada que não tinha ânimo de vim escrever aqui...
Vamos aos fatos...Peparem-se porque o texto é longooo...
Semana retrasada, mas precisamente dia 30 de março, eu notei umas pintinhas vermelhas na orelha do Levi, não era carocinhos, era tipo umas pintinhas de sangue, tipo quando apertamos a pele e fica manchada de sangue?Então, a orelha dele estava com esses pontinhos e eu achei estranho, perguntei para a babá dele se tinha acontecido algo, se ela tinha visto essas pintinhas em outra partes do corpo dele, ela me disse que não e falou que achava que a orelha dele estava daquele jeito porque ele tem mania de ficar puxando a orelha, enfim, eu fiquei desconfiada sabe aquele sentimento de mãe???
Os dias foram passando e eu comecei a notar que as pintinhas começaram a aparecer em outras partes do corpo, só que bem sutis, quando foi no sábado, dia 2 de abril, ele começou a ficar febril, 37.8, dei um antitérmico e passou, quando foi na madrugada de sábado para domingo ele teve febre novamente, mediquei novamente, no domingo ele amanheceu bem, não teve mais febre, só que as pintinhas se mutiplicaram, ele ficou todoooooo pintadinho, e eu fiquei super preocupada, pensei em sarampo, rubéola, catapora, mas ele estava bem sem febre, brincando e comendo normal, mas mesmo assim corremos com ele para o pronto-socorro, quando chegamos lá a médica já examinou ele com uma cara de preocupada e eu precebi isso na hora, ela falou que aquelas pintinhas se chamavam petéquias(Uma petéquia é um pequeno ponto vermelho no corpo,na pele ou mucosas, causado por uma pequena hemorragia de vasos sanguíneos) poderiam ser ocasionadas por uma virose ou então poderia ser púrpura(A PTI (ITP em Inglês) é uma doença do sangue que envolve a imunidade.PTI significa Púrpura (áreas roxas da pele e mucosas)Trombocitopênica Auto-imune (uma diminuição das plaquetas do sangue). Também se conhece como Púrpura Trombocitopênica Idiopática que significa que a causa da baixa de plaquetas é desconhecida.O que os experts sabem é que a PTI ocorre quando uma pessoa produz anticorpos antiplaquetários que se juntam às suas próprias plaquetas. Devido a isso, o sistema imune do corpo elimina as plaquetas pensando que são bactérias.O resultado disso é uma diminuição na contagem plaquetária,ou Trombocitopenia) quando ela falou isso meu coração quase parou, na minha família tem um caso de criança com púrpura e outro que teve leucemia, que também envolve baixa de plaquetas e que um dos sintomas são as petéquias(A leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos (leucócitos) de causa não conhecida. Ela tem como principal característica o acúmulo de células na medula óssea. A medula é o local de formação das células sangüíneas, ocupa a cavidade dos ossos e é conhecida popularmente por tutano. Nela são encontradas as células mães ou precursoras que originam os elementos figurados do sangue (glóbulos brancos, glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos e plaquetas). Os principais sintomas de leucemia decorrem do acúmulo dessas células na medula óssea, prejudicando ou impedindo a produção dos glóbulos vermelhos (causando anemia), glóbulos brancos (causando infecções) e plaquetas (causando hemorragias e manchas roxas). Depois de instalada, a doença progride rapidamente, exigindo início de tratamento rápido) é claro que a médica não me falou que desconfiava de leucemia, até porque se ela falasse uma coisa dessa eu caia dura no chão né...só que como já tinha casos na minha família eu sabia que meus primos tinham tido essas pintinhas, os sintomas de púrpura e leucemia são um pouco parecidos, só que a leucemia é claro é mais devastadora...Enfim, a pediatra pediu um exame de sangue, na verdade pediu três:contagem plaquetaria, coagulação de sangue e hemograma completo, sai do consultório sem chão, lá vamos tirar sangue do meu pequeno, levamos el no laboratório e o assistente que estava lá não conseguia tirar sangue do Levi porque a veia de bebê é muito difícil de "achar" lá vamos nos para outro laboratório, o outro rapaz tinha mais jeito, mas mesmo assim foi uma tortura, segurar meu bebê daquele jeito, ver ele desesperado, tremendo de medo, e olhando pra mim e para o Cristiano com cara de pânico não foi fácil, minha vontade era de pegar meu bebê e sai correndo daquele lugar, acabar com aquele pesadelo, mas aquilo era para o bem dele, além de tudo tiveram que tirar sangue dos dois bracinhos dele...Depois de tirar sangue o Levi ficou inconsolável, ele chorava sem parar, tentamos acalmar ele de todas as formas, mas não tinha jeito, ele só se acalmava quando íamos com ele para fora do hospital, quando entravamos com ele no hospital era um escândalo, então ficamos revezando, eu ficava um pouco lá fora com ele e depois o Cristiano ficava até o exame ficar pronto, nesse tempo de espera passou tanta coisa pela minha cabeça, e eu sempreeeee sofro por antecipação, não sabia do resutado, mas já sofria achando que meu filho poderia ter uma doença grave, de que nossas vidas poderia mudar aquele dia, enfim todo o drama de uma mãe preocupada.Quando peguei o resultado estava tremendo, nessa hora o Cristiano estava lá fora com o Levi, eu peguei o resultado e olhei direto para o número de plaquetas, estava escrito que o normal é de 150 a 400 mil paquetas por m³ de sangue é o resultado do Levi deu 316 mil(nunca vou esquecer esse número..rss!) eu estava tão nervosa que não conseguia raciocinar e em um primeiro momento achei que as plaquetas dele estavam a baixo do normal, aí levei logo para a pediatra ver e quando ela viu os resultados também respirou aliviada e falou que graças a Deus os exames dele deream tudo normal, ufaaaa...parecia que nesse momento meu coração tinha voltado a bater, que alívio!!Ela disse que deveria ser um virose mesmo, já que os exames dele tinham dado normais,não receitou nada, só falou que se ele tivesse febre era para dá antitérmico, e disse que se aparecesse machas roxas no corpo dele teríamos que leva-ló novamente ao pronto-socorro para se feito um novo exame de sangue...aiai...Voltamos para casa um pouco mais aliviados, mas eu ainda estava com uma preocupação no coração, coisa de mãe mesmo, só iria sossegar quando aquelas pintinhas sumissem...
Na segunda-feira tudo tranquilo, até achei que as pintinhas estavam sumindo, na terça-feira a babá do Levi não pode ir e ele ficou com minha mãe, tudo seguia tranquilo até minha mãe me ligar chorando falando que o Levi estava todo empolado, que as machas tinham aumentado, e que tinha aparecido uns caroços no pescoço, nos braços e na virilha... nossa, eu desesperei comecei a chorar, estava no trabalho, imaginei que ele estava com machas roxas pelo corpo, começou a passar um monte de besteira minha cabeça, só que eu trabalho longe da minha casa, então pedi para minha irmã levar ele no meu trabalho e de lá levamos ele para o pronto-socorro, liguei para o Cristiano chorando e ele veio correndo nos buscar, quando vi o Levi fiquei mais trannquila, ele estava empolado, como se tivesse alergia de alguma coisa, os caroços que apareceram não eram parecidos com as pintinhas, parecia mesmo uma alergia, ele estava todo vermelho, morri de dó, mas estava esperto, brincando, rindo, coisa mais linda de mãe!!
Lá vamos nos novamente para o hospital, chegando lá a médica disse que realmente era uma alergia, só que não tinha como saber do que era, eu desconfiei do repelente que ele estava usando(já até falei dele em um post anterior, o óleo de Citronela) ele tem um cheiro muito forte, mas já tinhas umas 3 semanas que estava usando no Levi e não tinha dado nenhuma reação, ela disse que poderia demorar para ele ter reação mesmo, ela disse que até as petéquias poderiam ter sido provocadas pelo repelente, ela disse que já tinha atendido algumas crianças com aquelas pintinhas decorrentes de uso de repelente, enfim, ela receitou um antialérgico e uma loção para passar no corpinho dele.
Na quarta-feira levei ele no pediatra dele, ele deu um olhada no exame de sangue, disse que estava tudo normal mesmo, e desconfiou que o Levi estava com alergia ao leite...afff...cada hora é uma coisa, ele receitou leite a base de soja APTAMIL, que é muito ruim, mas o Levi tomou de boa, já disse que tenho um bebê anjo???
Ele disse que não poderia afirmar que ele tem alergia a lactose, mas que quando um bebê tem alergia o primeiro vilão é o leite, mas que teriamos que observar, poderia também ser alergia a algum produto que foi usado para lavar a roupa dele, detalhe estava usando sabão em pó e amaciante nas roupas dele, quando falei isso o pediatra me olhou com uma cara...rss...disse que roupa de bebê só se lava com sabão de coco, pois usar outros produtos podem originar algum tipo de alergia, enfim, teremos que observar...então nada de leite, só a base de soja, nada de sabão em pó, nada de amaciante e nada de repelente de óleo de citronela...?Marquei um alergista para ele essa semana para ver o que ele fala...
As machas começaram a sumir esse semana, para alívio da mamãe aqui, agora estou meio neurótica com tudo que o Levi come, usa, coloca na boca...rss!
Mas graças a Deus, depois do susto, está tudo bem!!Fiquei bem desconfiada que as pintinhas vermelhas não tinha relação com a alergia, acho que ele teve uma virose e depois uma alergia e minha intuição de mãe diz que ele não tem alergia a leite...mas vamos ver no que dá, espero que não dê em nada, que passe e não volte mais!!Rss!!
Sei que ainda vou passar por muitos sustos, então haja coração...
Agora vou ler todas os bloguinhos e ver tudo que eu perdi!!

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Ai meu Deus!Que coisa mais linda!!

Gente eu não resisti e tive que postar esse vídeo!!Se eu estivesse por perto daria um aperto bem grande nos dois!!
Será que um entende o que o outro falava???Rss!!
Muito fofo!!Morri de rir!
Um ótimo final de semana para todo mundo!!

Vídeo de bebês gêmeos conversando faz sucesso na web
Pais não têm ideia do que os gêmeos estavam falando.
Vídeo já recebeu mais de 1,8 milhão de visitas no YouTube.

Um vídeo que mostra bebês gêmeos de um ano e cinco meses conversando na cozinha virou sensação na internet (assista ao vídeo). As imagens publicadas no YouTube no dia 14 de fevereiro já receberam mais de 1,8 milhão de visitas. Os pais de Sam e Wren disseram que os gêmeos parecem ter uma linguagem secreta e não têm ideia do que estavam falando, segundo reportagem do site britânico "News Lite".