domingo, 1 de maio de 2011

Viajando...

Pois é pessoal, cá estou em Caldas Novas, fiquei um tempo sem postar e como sempre sinto a maior falta desse lugarzinho, mas estes últimos dias estava uma correria danada, pra variar...Bem, semana passada o Levi começou com uma tosse seca, a chamada tosse de cachorro, o bichim chega estava rouco, ficou um pouco febril, mas continuava esperto, brincando e comendo normal, mas no sábado resolvi levar ele no pronto-socorro Caramba, já estou meio cansada de hospital nesses últimos dias foi virose, alergia, manchinhas na pele... quando entramos no consultório e o médico ouviu ele tossindo e  já deu o diagnóstico:laringite
A laringite é uma doença viral comum em crianças, caracterizada pelo surgimento súbito da "tosse de cachorro" ("tosse ladrante", no termo médico). Embora a doença não seja em princípio grave, em crianças pequenas ela pode provocar inchaço na laringe e na traquéia, na região da garganta, obstruindo a passagem de ar pelas vias aéreas e dificultando a respiração. A laringite afeta principalmente crianças de 6 meses a 3 anos, mas pode ocorrer em crianças mais velhas. As épocas de maior ocorrência são o outono e o inverno.A tosse é muito característica, e se parece mesmo com o latido de um cachorro, ou às vezes com o som emitido por uma foca. Ela surge na maioria das vezes no meio da noite. Na maioria dos casos, no entanto, a doença é menos grave do que parece pelo som da tosse. A criança também pode ficar rouca e ter febre baixa. O mais comum é você ser acordada de madrugada e descobrir que o resfriadinho do seu filho virou uma tosse horrenda. É bem provável que seu filho esteja acordado, sentado, assustado com a tosse. O choro da criança piora a situação, por isso o melhor é tentar acalmá-la e ajudá-la o mais rápido possível.O consolo é que a laringite costuma ser pior nas duas ou três primeiras noites, e normalmente vai embora sozinha depois de uma semana.
Ele examinou o peito do Levi e disse que estava limpinho que o que ele tinha era laringite mesmo, que pode ser viral ou alérgica e que não era grave e dentro de 2 a 3 dias ele estaria melhor, passou um rémedio chamado Predsim, disse que o Levi tinha que beber muita água e não podia ficar no frio logo agora que começou esse inverno horrível aqui em Brasília, vento seco e frio de doer a noite, enquanto durante o dia faz um sol de rachar, propício para se ficar doente, eu fiquei meio desconfiada porque tenho um pouco de receio de médico de pronto-socorro, mas dei o remédio, fiz nebulização, dei muita água, deixei ele todo empacotado à noite, mas mesmo assim passamos duas noites em claro com os acessos de tosse dele, era de fazer dó, o bichim tentava dormir, mas a tosse não deixava, uma tosse seca estranha, teve uma noite que ele só conseguiu dormir no meu colo meio em pé...de cortar o coração...mas antes de viajar, na sexta-feira, ele estava melhor, mas agora antes de terminar este post liguei para minha mãe para saber como está meu pequeno e ela me disse que ele passou a noite com febre e está levando ele no médico agora, preciso dizer como estou arrassada?
Estou aqui chorando, tudo perdeu a graça, depois volto para contar como foi a viagem e falar como meu bebê está...


3 comentários:

MÃE DO GUI disse...

Tadinho do seu filhotinho!!! Fiquei arrasada tb Day, vc longe...Por isso n tenho emocional ainda pra viajar e deixar meu bichin em casa, pq se isso acontecesse comigo ia ficar me culpando!!! (Mas veja que isso sou eu, a maluca aqui)
Vou rezar pro Levi melhorar logo!!!
Ah, já ouvi falar desse remédio e é muito bom viu?

Bjokas jana

Fabiana disse...

Nossa, amiga que fase.
E ainda estar longe do bebê???
Meu Deus. Com ele bonzinho já é estranho, imagino doentinho.
mas logo, loog ele estará melhor.

Bjos.

(Mamãe) ~Pinel disse...

Aaaah! Ver nossos pequenos assim, doentinhos, é o pior! A Lara também tá borocochô, com infecção de ouvido! =/

Tomara que o Levi melhore logo!!! Beijo!